Ocupação Criança

Para quem acredita no potencial infantil
 

Ouça o tutorial sobre o formulário de inscrição

 

Nós valorizamos as manifestações infantis!


Se você também valoriza as produções e as diversas manifestações infantis, não perca a oportunidade de participar da Mobilização OCUPAÇÃO CRIANÇA!

Ouça os tutoriais sobre as categorias de Gestores e Professores

 
 

Em novembro de 2017, será realizado o II Seminário Ocupação Criança.

Cronograma:

  • Envio de Resumo: de 15/06 a 30/08/17
  • Seleção e complementação: 01/09 a 05/10/17
  • Inserção das boas práticas da mostra no site: 30/10/17

A inscrição pode ser realizada em uma das seguintes categorias:

Gestão

1: Como favorecemos o protagonismo infantil
Esta categoria remete aos trabalhos realizados por gestores e coordenadores que diagnosticaram e planejaram espaços, materiais e atividades que potencializaram o protagonismo e as manifestações infantis em suas escolas.

2: Formando para a mudança
Aqui o destaque são as ações formativas que conseguem alterar concepções tradicionais de criança, ensino e aprendizagem, promovendo novas práticas educativas. . A descrição do processo pode comportar as idas e vindas em direção a uma meta de valorização das manifestações infantis.

Professores

1: Passei a ouvir, observar e conhecer mais as crianças
Esta categoria remete às propostas feitas pelos professores que modificaram sua prática, a partir da observação e da criação de espaços de escuta das crianças em diferentes situações. Nesta categoria enquadram-se trabalhos que demonstrem os modos de conhecer das crianças; suas escritas, os raciocínios utilizados na resolução de problemas, os enredos e atitudes durante o jogo simbólico, além de diálogos nas rodas de conversa, entre outros.

2: Passei a valorizar e expor as produções infantis
Esta categoria remete às propostas feitas pelos professores que modificaram sua prática, apresentando como antes “enfeitavam” os espaços com produções de origem da industria cultural, artigos comprados ou feitos pelo professor e como, depois, passaram a dar visibilidade aos fazeres e saberes das crianças.

Atenção!
Somente serão aceitos materiais, relatos e ações formativas que tenham prioritariamente produções, desenhos, escritas e pequenos vídeos com cenas que envolvam diretamente o fazer das crianças. Não serão aceitos: desenhos mimeografados ou xerocados para pintar, flores e outros materiais feitos de EVA e/ou qualquer material elaborado por adultos ou pelo mercado editorial e produtos pedagógicos prontos.

O tempo de envio do formulário pode variar dependendo do tamanho dos anexos inseridos. Por favor, após clicar em enviar, aguarde até aparecer a mensagem de confirmação de envio.